Por que homem e mulher tem desempenho diferente no esporte?

É com base na biologia que se explica essa diferença

casaisO corpo do homem e da mulher se comportam de forma diferente em diversas situações, especialmente quando o assunto é esporte. Algumas diferenças genéticas, fisiológicas e anatômicas ajudam a acentuar isso.

Os desempenhos na corrida, por exemplo, costumam apresentar resultados diferentes ainda que ambos realizem exercícios parecidos.

Desempenhos na corrida: homem x mulher
Recorde da Maratona

O recorde mundial feminino da maratona atualmente é da queniana Mary Keitany com a marca de  2h17min01s, alcançado em Londres, 2017.

Esse tempo representa o pace de 3:16 min/km e velocidade média: 18,39 km/h nos 42.195m.

article_head-2

O recorde mundial masculino da maratona atualmente é queniano Eliud Kipchoge com a marca de  2h01min39, alcançado em Berlim, 2018.

Esse tempo representa o pace: 2:53 min/km e velocidade média: 20,81 km/h nos 42.195m.

eliud-kipchoge-nike-hed-page-2018-1024x512

Vamos ver agora o porquê dessa diferença com base na biologia e como o corpo reage durante os exercícios:

Número de glóbulos vermelhos

Os glóbulos vermelhos são as principais células do sistema sanguíneo e possuem como função principal o transporte de oxigênio. Sendo assim, fica claro que se você tem mais dessas células poderá correr por muito mais tempo.

É exatamente isso que acontece com o homem. Ele possui mais glóbulos vermelhos em seu sistema que a mulher, por consequência, apresenta um desempenho aeróbico melhor

Maior débito cardíaco máximo

O débito cardíaco se refere à quantidade de sangue que é bombeada pelo coração dentro do espaço de 1 minuto. O valor máximo desse volume sanguíneo acontece quando estamos em alguma atividade física já que, nesse momento, o coração precisa trabalhar mais para suprir a necessidade dos tecidos.

O homem também possui um débito cardíaco máximo maior que o da mulher, ou seja, o sistema cardíaco dele consegue levar um maior volume de sangue para os tecidos orgânicos. Isso melhora e muito o seu desempenho em esportes como a corrida.

Cópia de A BOA CORRIDA É PARA TODOS

Mais testosterona

A testosterona é o principal hormônio masculino e responsável por diversas características específicas do sexo. Ela é como um anabolizante natural presente em grandes quantidades no sexo masculino o que ajuda a criar um grande volume de massa muscular e também de força.

Assim, a presença dessa substância no organismo do homem é mais um ponto positivo para conseguir uma melhor performance nos esportes quando comparado à mulher.

Centro de gravidade

A mulher possui maior comprimento de tronco e extremidades mais curtas, o inverso do que se encontra no corpo masculino. Por causa dessa diferença no comprimento das extremidades em relação ao tronco, elas possuem um centro de gravidade deslocado para baixo. Isso pode causar maior desequilíbrio em treinos de salto e de corrida, prejudicando o desempenho.

Quantidade de gordura

As mulheres apresentam uma maior quantidade de gordura corporal quando comparadas aos homens. Essa maior quantidade de gordura é normalmente associada ao fato de que a mulher gera o bebê, necessitando, portanto, de uma fonte adicional de energia. Muitos pesquisadores associam o fato de o homem ter menos gordura e mais músculo ao seu papel de caçador nos primórdios da evolução humana.

Vantagens das Mulheres

A vantagem da mulher é na flexibilidade, que tende a ser maior do que no homem, proporcionando benefício na execução de alguns gestos esportivos, particularmente nas modalidades em que coordenação motora e perfeição de movimentos prevalecem como na ginástica artística. Outra diferença entre homem e mulher é na quantidade de gordura corporal, que anatomicamente é sempre maior na mulher. Esta diferença pode acarretar desvantagem em algumas modalidades, porém proporciona à mulher um benefício interessante em uma modalidade em especial.

Natação favorece a igualdade

Considera-se que a maratona aquática em mar aberto é uma modalidade na qual a mulher poderia competir em igualdade e eventualmente até superar o homem, na medida em que seus índices estão evoluindo sensivelmente. O fator determinante é a flutuabilidade, exatamente como consequência da maior quantidade de gordura corporal. A gordura a mais, proporciona à mulher maior facilidade de flutuação, o que faz muita diferença em provas longas.

 

 

Um grande abraço, cuide-se, corra e seja feliz!

Ed @boacorrida

 

Cópia de Sports Runner M23

 


Créditos: pacefit.com.brJournal of Sports Science and Medicinepesquisa Boa Corrida

 

 

 

Deixe uma resposta