Dança no combate à depressão

Além de proporcionar a interação com outras pessoas e a diversão, a Zumba® melhora o condicionamento físico e estimula a produção da serotonina, hormônio que dá a sensação de bem-estar

zumba“Quem dança seus males espanta”, já diz o sábio ditado popular. Segundo a psicóloga Lilian Nobre, a prática proporciona inúmeros benefícios para saúde física, mental e emocional. “Nos dias de hoje, os males do século são a ansiedade, o desamparo e a falta de sentido para a vida. Tais aspectos são os grandes causadores de muitas doenças físicas e psicológicas, especialmente a depressão, que afeta pessoas de diferentes classes sociais, idade e sexo.”

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 322 milhões de pessoas têm depressão e 5,8% são brasileiros, colocando o Brasil em primeiro lugar no ranking comparado com os outros países da América Latina. É o caso da educadora física Patrícia Queroz, de 33 anos, que em 2014 buscou na dança a cura para a tristeza. “Meu pai, meu grande companheiro, faleceu. Passei dias na cama, sem vontade de viver e não comia. Fiquei assim durante três meses. Foi quando lembrei da alegria contagiante que eu sentia nas aulas de Zumba®. Percebi que era aquilo que eu precisava para sair da condição que estava.”

Patrícia é formada e pós-graduada em comunicação e trabalhava com marketing na época, porém decidiu fazer um curso para ser instrutora da modalidade, que é febre no mundo inteiro. “Não queria apenas uma hora de felicidade nos meus dias, queria mais e então decidi me tronar professora de Zumba®. A troca de energia entre o instrutor e aluno é indescritível, pois quando se está dançando, isso exige atenção total, a música é extremamente alegre, então esquecemos de todo o resto”, conta.

A sensação de felicidade quando se pratica dança no é apenas uma opinião da Patrícia, a psicóloga Lilian também afirma que pacientes com depressão, de modo geral, podem se sentir beneficiados com a prática da atividade física. “Trata-se de um transtorno mental decorrente de uma alteração bioquímica, que pode ser desencadeado por vários fatores: psíquicos, orgânicos e sociais. Sabe-se que as atividades físicas promovem a liberação de endorfina, o hormônio do prazer e de outros neurotransmissores como a serotonina, dopamina e a noradrenalina, que estão por trás da sensação de bem-estar e do humor”, explica.

 “Foi a melhor coisa que fiz por mim”. Hoje, 5 anos depois, Patrícia é formada em Educação Física e é dona de uma academia de dança. “Meu carro chefe é Zumba®️! Com ela, posso ajudar outras pessoas que estão passando o que eu passei e podem encontrar na aula a alegria de viver”, comemora.

No caso de Patrícia, o transtorno emocional foi tratado com a dança, mas a psicóloga alerta que a depressão deve ter a devida atenção: “além da atividade física e uma rotina de vida mais saudável, é essencial o acompanhamento de especialistas para um bom tratamento psiquiátrico e psicológico”.

 

Sobre a Zumba® Fitness, LLC
A Zumba® é uma marca de estilo de vida global que combina dança, entretenimento e cultura em uma experiência de festa. Conhecidas como “dance-party”, as aulas misturam diferentes ritmos mundiais com coreografias fáceis. Fundada em 2001, a Zumba® Fitness cresceu e se tornou a maior e mais bem sucedida empresa do mundo no segmento com o programa. Mais de 15 milhões de pessoas participam de aulas semanais em 200.000 locais, em 180 países ao redor do mundo. Além de seu programa Zumba® original, a companhia também oferece uma variedade de classes especiais, incluindo  Zumba® Step, Zumba Gold®, Aqua Zumba®, Zumba® Kid, Zumba®  Kids Jr. e Zumbini® Como complemento do estilo de vida Zumba®, existem outras ofertas de produtos e experiências ao consumidor: kits de DVD, coleções de música, linhas de roupas e calçados, videogames e eventos. Para mais informações visite Zumba.com.

 


Fonte: Comunicação da Zumba® Fitness, LLC