Maratona de Londres inova e substitui garrafas por capsulas de água comestível

A prova que aconteceu no último domingo, 28 de abril, com triunfo de Eliud Kipchoge em 2h02m37s, teve menos lixo nas ruas e deu um grande exemplo de cuidado com o meio ambiente

Se você é corredor ou acompanha o esporte, certamente já viu as ruas cheias de copos plásticos no chão. Isso pode estar começando a mudar.

Com o objetivo de reduzir o uso do plástico, a organização da Maratona de Londres resolveu, este ano, substituir as garrafas de plástico por bolsas de água comestíveis. Esta ação resultou na poupança de cerca de 200 mil garrafas.

As bolsas são pequenas e revestidas por uma fina camada criada com algas marinhas. Elas podem ser consumidas inteiras e não possuem gosto, explica a Skipping Rocks Lab, criadores da novidade,  que tem como objetivo desenvolver alternativas para consumir produtos que vêm normalmente em embalagens plásticas.

“As mudanças e testes que estamos a introduzindo este ano têm o potencial de mudar como os eventos de participação em massa são organizados no futuro”, explicou Hugh Brasher, o diretor da maratona, à CNN.

Pode “comer” a água

Left

Centenas de milhar de corredores foram presenteados, em Londres, com a água nas cápsulas. As bolsas são mordidas e libertam a água no interior, a parte exterior também pode ser ingerida, mas se não for comida vai biodegradar-se em apenas seis semanas, o que é uma janela de tempo bem mais pequena do que as centenas de anos que demora uma garrafa de plástico a decompor-se.

“O que usamos são tijolos de algas marinhas”, revelou Rodrigo Garcia Gonzales, um dos fundadores da startup à CNN. “Removemos a parte verde e o cheiro” e o que fica é uma espécie de gel gelatinoso que fica a endurecer.

Segundo os fundadores da Skipping Rocks Lab a missão que se comprometeram a cumprir é “fazer as embalagens de plástico desaparecerem”.

As bolsas pretendem ser uma solução para pessoas que estão em movimento, como é o caso de corredores ou festivaleiros e podem ser enchidas de outros líquidos.

Estes não foram os únicos passos sustentáveis dados pela organização da Maratona de Londres, as bebidas energéticas foram servidas em copos reciclados e todas as garrafas distribuídas foram feitas pelo menos parcialmente de plástico reciclado.

 

 E ae, curtiu a novidade? Será que demora a chegar no Brasil?

 

Um grande abraço, cuide-se, corra e seja feliz!

Ed | @boacorrida

 

 


Fonte: Pesquisa e CNN