Maratona de Berlim 2018: teremos quebra de recorde dessa vez?

A Maratona de Berlim compõe uma das seis principais provas da modalidade, as chamadas Majors, juntamente com as de Nova York, Boston, Chicago, Londres e Tóquio

A 45ª edição da Maratona de Berlim acontece no próximo domingo, dia 16 de setembro. A prova é conhecida pelo seu percurso plano e rápido, o que possibilita a quebra de marcas pessoais e recordes mundiais. O queniano Dennis Kimetto é o atual recordista mundial da distância 2h02min57, conquistado também em Berlim em 2014.

Ao todo, sete recordes mundiais foram quebrados em Berlim.

Uma ótima oportunidade para acompanhar grandes nomes do atletismo mundial, como:

  • Eliud Kipchoge, o cara de (2h00min25) no projeto não oficial da nike no autódromo de Monza esse ano e o atual campeão olímpico;
  • Wilson Kipsang (2h03min23) também em Berlim, 2013, marca que era o recorde na época.

A prova reunirá 40.000 corredores em um percurso que passa por grandes atrações da capital alemã.

 

Veja o vídeo da prova

 

A BMW BERLIN-MARATHON faz parte da Abbott World Marathon Majors (AWMM), o grupo de seis maratonas líderes no mundo que foi fundado em 2006. Eles compreendem Tóquio, Boston, Londres, Berlim, Chicago e Nova York. Os vencedores e finalistas nas seis provas da AWMM ganham pontos de acordo com suas posições, que culminam em um vencedor geral masculino e feminino no final de um ciclo de um ano.

 

Premiação

O prêmio em dinheiro para os vencedores é de US $ 250.000 cada. Desde 2016, a série também inclui atletas em cadeira de rodas. Uma categoria de faixa etária para corredores de massa agora foi adicionada com um sistema de pontos para decidir os vencedores de homens e mulheres. A série XII começa com o BMW BERLIN-MARATHON 2018 e terminará com a corrida de Berlim em 2019.

 

Mais informações sobre o sistema de pontuação para competidores de elite e massa podem ser encontradas em: www.worldmarathonmajors.com

 

 

Deixe uma resposta