Para corredor, combinação entre o treino de corrida e musculação é fundamental para desempenho.

Olá, sou Vanessa Furstenberger coach em corrida e estarei contribuindo com muito conteúdo aqui no Boa Corrida.

Começaremos com um tema que gera muita discussão e dúvida entre os praticantes da modalidade: musculação.

Entre as dúvidas frequentemente discutidas, estão: musculação atrapalha o desempenho do corredor? Diminui a agilidade? O peso dos músculos acaba atrapalhando?

Saiba corredor, que se mantém em alto desempenho e melhora constantemente sem comprometer a sua funcionalidade, é aquele que mantém boa integração entre a musculação e corrida. Pois, é indispensável fortalecer a musculatura para evitar lesões e melhorar o resultado.

A musculação adaptada para corredores garante excelentes resultados. O treino precisa ser muito bem planejado e feito de acordo com as reais necessidades de cada atleta. Sabe-se que a musculação melhora a força – extremamente importante para o aumento da potência, da passada e da velocidade na corrida. Sabe-se também que o acompanhamento profissional especializado é primordial. Existem treinos específicos para cada tipo de prova (curtas distâncias, médias distâncias e longas distâncias).

Os treinos exigem periodicidade, no caso, um treino para cada fase da preparação: para provas, para iniciantes no esporte para que ele seja preparado para os esforços repetitivos, aumento de volume e até mesmo instabilidades de diferentes terrenos.

Listo alguns exercícios que potencializam os resultados na corrida:

  • Agachamento: trabalha quadríceps, glúteos e a musculatura posterior da coxa melhorando a potência das passadas;
  • Cadeira abdutora – trabalha glúteo médio, músculo responsável pela estabilização das passadas e evita lesões como tendinite de glúteo médio e síndrome da banda iliotibial;
  • Cadeira Extensora: trabalha a musculatura do quadríceps responsável por preservar a articulação dos joelhos;
  • Remada unilateral: trabalha a musculatura das costas responsável pela manutenção da postura durante o tempo de corrida;

É importante destacar que musculatura fortalecida protege tendões e articulações (muito requisitados durante a corrida).

Lembrando para você que ama correr a musculação deve ser sua aliada e não um fardo.

 

van111Sobre Vanessa Furstenberger

Vanessa Furstenberger é formada em Educação Física com 20 anos de experiência, é bodydesigner e coach em corrida. Mesmo sendo profissional do esporte sempre sofreu para manter o peso “ideal”, Vanessa não tinha equilíbrio na alimentação e chegou a pesar 98 kg, “Minha vida sempre foi um engorda e emagrece.” Conta Vanessa. Em 2009 a profissional começou a praticar corrida ao preparar uma aluna para a modalidade, foi neste período que Vanessa realmente enxergou o quão fora do peso estava. Aos 38 anos de idade percebeu que o peso atrapalhava muito pra correr, afinal estava 40kg acima do peso ideal, mas não queria abandonar a profissão. Sempre teve alunos, mas nenhuma personal ou treinadora consegue motiva-los estando fora de peso. Com auxilio de nutricionista e a paixão pela corrida (incentivo principal para mudança) Vanessa começa uma reeducação alimentar aliada a corrida e musculação leve; ao longo de um ano atingiu um percentual de 15.5% de gordura corporal e atualmente busca os 12%. Sem cirurgia e inibidores de apetite. Além disso, o emagrecimento rendeu 5 pódios de provas de corrida: no asfalto (4º lugar), corrida de obstáculos (2º lugar ) e 3 pódios consecutivos em prova de montanha ( 1º lugar por categoria, 3º lugar por categoria e 2º lugar por categoria). “Uma glória para uma ex-obesa que perdeu 40 kg aos 40 anos de idade.” Finaliza Vanessa.

 


Autor(a):

Vanessa Furstenberger – Fitness Coach

@va.personal